Mensagem para culto das mulheres. Um Grito de uma mulher sábia

Um Grito de uma mulher sábia.

Então uma mulher sábia gritou de dentro da cidade: Ouvi, ouvi, peço-vos que digais a Joabe: Chega-te aqui, para que eu te fale.
Chegando-se a ela, a mulher lhe disse: Tu és Joabe? E disse ele: Eu sou. E ela lhe disse: Ouve as palavras da tua serva. E disse ele: Ouço. Então falou ela, dizendo: Antigamente costumava-se dizer: Certamente pediram conselho a Abel; e assim resolveram.
Sou eu uma das pacíficas e das fiéis em Israel; e tu procuras matar uma cidade que é mãe em Israel; por que, pois, devorarias a herança do Senhor? Então respondeu Joabe, e disse: Longe, longe de mim que eu tal faça, que eu devore ou arruíne! A coisa não é assim; porém um só homem do monte de Efraim, cujo nome é Seba, filho de Bicri, levantou a mão contra o rei, contra Davi; entregai-me só este, e retirar-me-ei da cidade. Então disse a mulher a Joabe: Eis que te será lançada a sua cabeça pelo muro. E a mulher, na sua sabedoria, foi a todo o povo, e cortaram a cabeça de Seba, filho de Bicri, e a lançaram a Joabe; então este tocou a buzina, e se retiraram da cidade, cada um para a sua tenda, e Joabe voltou a Jerusalém, ao rei. 2 Samuel 20:16-22

O texto acima citado nos revelar um fato, o dia em que uma mulher sábia salvou a sua cidade com um grito. Porém história que se segue, não tem seu início no texto acima citado. Na verdade, tudo começou a partir do o rei Davi quando o mesmo comete adultério com Bate-Seba, a mulher de Urias. A partir deste ponto a vida do Rei Davi começar a desmoronar. Mesmo tendo recebido o perdão de Deus.

Por que, pois, desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amom. Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher. Assim diz o Senhor: Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol. Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol. Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor. E disse Natã a Davi: Também o Senhor perdoou o teu pecado; não morrerás. Todavia, porquanto com este feito deste lugar sobremaneira a que os inimigos do Senhor blasfemem, também o filho que te nasceu certamente morrerá. 2 Samuel 12:9-14

O pecado de Davi vai lhe trazer consequências irreparáveis para o resto da sua vida. Primeiro, vai lhe trazer desequilíbrio espiritual, em segundo lugar, vai lhe trazer desequilíbrio familiar e administrativo.

O desequilíbrio espiritual, estar registrado no salmo cinquenta e um. Davi faz um apelo desesperador, no salmo cinquenta e um: Não me lances da tua presença e nem retire de mim o Espírito Santo, devolver a alegria da salvação, faz-me ouvir júbilo de alegria para que se alegre os ossos que tu esmagaste.

O desequilíbrio espiritual é seguido pelo Desequilíbrio familiar. Comboiados a diversas tragédias na família do rei. A primeira coisa que lhe vai acontecer é a morte do menino, do rei Davi com Bate-Seba, registrada em II Samuel 12.15-22

A segunda tragédia na família de Davi é registrada pela violência sexual cometida pelo seu próprio filho Ammon com a sua irmã Tamar. Despertando a partir daí uma cadeia de acontecimentos trágicos. II Samuel 13.1-21.

Porque Absalão irmão legitimo de Tamar, vai trama a morte de seu irmão Ammor para vingar a honra de Tamar sua irmã. II Samuel 13. 23-38. Cumprindo o que o Senhor falará pela boca do profeta Natã: Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti,

A partir daí as tragédias não param mais, é quando Absalão tenta contra o trono de Davi seu pai. Absalão, depois de três anos de fuga, Absalão volta para Jerusalém com o apoio de Joabe. Ele é levado a presença do Rei que lhe concedeu perdão pelo assassinato do seu filho Amnom, mas algum tempo depois Absalão trama uma conspiração contra o seu próprio pai. 2 Samuel 15.1-12

Então chegou um mensageiro e disse a Davi: os Israelita estão com Absalão, então Davi disse aos seus conselheiros vamos fugir. II Samuel 15. 13-15

A quinta tragédia está relacionada com a morte de Absalão. Após a fuga de Davi para o deserto, Absalão entra em Jerusalém e sobre o conselho de Aitofel, deita-se com as mulheres de Davi diante de todo Israel. II Samuel 16.15-23. Aitofel continua aconselhar Absalão, e incentiva o mesmo a reunir mil soldados de cada tribo para buscar a morte de Davi, porém Husai desfaz o plano de Aitofel dando tempo de Davi preparar os seus homens para a guerra.

Então os soldados de Davi saíram para guerra. II Samuel 19.1-16. A batalha se Deus na floresta de Efraim. Segundo o texto houve grande matança naquele dia, o número de mortos chegou a vinte mil. Naquele dia a floresta matou mais que a espada. Durante a batalha, Absalão, montado em sua mula, encontrou – se com o soldado de Davi, passando a mula debaixo dos galhos de uma grande árvore, Absalão ficou pendurado entre o céu e a terra, e a mula prosseguiu.
O que vendo um homem, fez saber a Joabe, e disse: Eis que vi a Absalão pendurado num carvalho. Então disse Joabe ao homem que lho fizera saber: Pois que o viste, por que o não feriste logo ali em terra? E forçoso seria o eu dar-te dez moedas de prata e um cinto. Disse, porém, aquele homem a Joabe: Ainda que eu pudesse pesar nas minhas mãos mil moedas de prata, não estenderia a minha mão contra o filho do rei, pois bem ouvimos que o rei te deu ordem a ti, e a Abisai, e a Itai, dizendo: Guardai-vos, cada um de vós, de tocar no jovem Absalão. Ainda que cometesse mentira a risco da minha vida, nem por isso coisa nenhuma se esconderia ao rei; e tu mesmo te oporias.
Então disse Joabe: Não me demorarei assim contigo aqui. E tomou três dardos, e traspassou com eles o coração de Absalão, estando ele ainda vivo no meio do carvalho. E o cercavam dez moços, que levaram as armas de Joabe. E feriram a Absalão, e o mataram. Então tocou Joabe a buzina, e voltou o povo de perseguir a Israel, porque Joabe deteve o povo. E tomaram a Absalão, e o lançaram no bosque, numa grande cova, e levantaram sobre ele um mui grande montão de pedras; e todo o Israel fugiu, cada um para a sua tenda. 2 Samuel 18:10-17

Depois deste acontecimento e de muito lamento pela morte do seu filho Absalão Davi volta para Jerusalém. Ele vai encontra uma cidade que parecia ter passado por um grande vendaval. As mulheres que deixará para cuida do Palácio agora estavam humilhadas, seu filho Absalão estava morto. É, neste exato momento que aparece um homem por nome de Seba, filho de belial, aproveitando o momento de fragilidade do rei Davi ele liderar uma grande revolta contra o rei. É a parti deste momento, que surgi essa mulher sabia que vai salvar a sua cidade com um Grito.

O grito da mulher sábia pode salvar uma cidade.

Quem de fato era essa mulher que surge do nada?

A Bíblia não menciona o seu nome, apenas sabemos que ela morava na cidade de Abel, cidade está fortificada pra onde Seba foge após ser perseguido pelo exército de Davi comandado por Joabe.

A EXPRESSIVIDADE DO GRITO.

O GRITO DA MULHER SÁBIA, NÃO FOI UM GRITO NO VAZIO, FOI UM GRITO PARA DESFAZER OS LAÇOS DE MORTE QUE CERCAVA A SUA CIDADE.

  • Joabe, capitão do exército de Davi, estava vindo de uma batalha sangrenta, batalha esta que matou mais de vinte mil homens de Israel.
  • Este mesmo Joabe, não poupou sequer o filho de Davi Absalão.
  • Joabe também não perdoou Amassa, capitão nomeado em seu lugar no exército do rei Davi. II Samuel 20. 8-10
  • É este Joabe, juntamente com o seu exército que está batendo na porta da cidade de Abel, haveria morte na certa.

E vieram, e o cercaram em Abel de Bete-Maaca, e levantaram uma barragem contra a cidade, e isto colocado na trincheira; e todo o povo que estava com Joabe batia no muro, para derrubá-lo. Então uma mulher sábia gritou de dentro da cidade: Ouvi, ouvi, peço-vos que digais a Joabe: Chega-te aqui, para que eu te fale. 2 Samuel 20:15,16

II- O GRITO DA MULHER SÁBIA, NÃO ERA UM GRITO DE ARROGÂNCIA, MAS UM GRITO DE HUMILDADE.

Chegando-se a ela, a mulher lhe disse: Tu és Joabe? E disse ele: Eu sou. E ela lhe disse: Ouve as palavras da tua serva. E disse ele: Ouço. 2 Samuel 20:17

  • Quando a mulher pergunta: tu és Joabe da impressão que ela estava por dentro dos acontecimentos, e de fato sabia a fama daquele capitão do rei que não estava ali para brincar, mas para cumpri o seu papel como soldado.
  • Em segundo lugar, o que me chama atenção é que aquela mulher procura a pessoa certa pra falar, a pessoa que poderia resolver aquela situação.
  • Em terceiro lugar, ela antes de falar o motivo de ter chamado Joabe, ela vai dizer: A tua serva…

III- O GRITO DA MULHER SÁBIA NÃO EXPRESSAVA MEDO, MAS CORAGEM.

  • Mesmo sabendo a fama de Joabe, a mulher na exultou, não ficou atrás da muralha esperando essa cair, sem ela tomar nenhuma decisão, pelo contrário, ela se colocou em uma posição de coragem e ousadia. Ouvi, ouvi, peço-vos que digais a Joabe: Chega-te aqui, para que eu te fale. Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação. 2 Timóteo 1:7
  • A coragem é uma característica que sobre sai na vida daquela mulher, juntou a coragem com sabedoria o resultado foi livramento, um grande derramamento de sangue foi evitado naquele dia. Pois o culpado não pode pagar pelo inocente.

IV- O GRITO DA MULHER SÁBIA FOI SIGNIFICATIVO, EM MEIO AO SILÊNCIO DOS HOMENS CONFORMADOS COM OS FATOS.

  • Diante dos fatos, existe uma pergunta que não quer calar… Onde está a voz dos homens daquela cidade? Onde está a voz da liderança naquele momento do perigo, todos estavam depois dos muros.

V- O GRITO DA MULHER SÁBIA NÃO ERA UM GRITO DE FRAQUEZA, MAS DE UMA FORTE INFLUÊNCIA.

  • O que me parece é, que aquela mulher sábia, era uma forte líder, respeitada por toda a comunidade, exercendo grande influência.
  • Existem mulheres que são grandes lideres sim, temos o caso de Débora que pela sua mão Deus, deu vitória ao seu povo.

VI- O GRITO DA MULHER SÁBIA, FOI UM GRITO QUE DESFEZ OS ATOS DE UM HOMEM DE BELIAL.

  • Tudo isso estava acontecendo devido a um homem por nome de Seba, filho de Belial que tinha levantado uma revolta contra Davi, provocador de divisão, esse é o foco do problema, um só homem.
  • Os moradores da cidade de Abel não poderiam pagar pela ação deste homem.
  • Deus vai levantar uma mulher sábia ela vai trazer Joabe, para foco do seu objetivo, Seba. É tão provável que Joabe vai cai em sim.

Então falou ela, dizendo: Antigamente costumava-se dizer: Certamente pediram conselho a Abel; e assim resolveram. Sou eu uma das pacíficas e das fiéis em Israel; e tu procuras matar uma cidade que é mãe em Israel; por que, pois, devorarias a herança do Senhor? Então respondeu Joabe, e disse: Longe, longe de mim que eu tal faça, que eu devore ou arruíne! A coisa não é assim; porém um só homem do monte de Efraim, cujo nome é Seba, filho de Bicri, levantou a mão contra o rei, contra Davi; entregai-me só este, e retirar-me-ei da cidade. Então disse a mulher a Joabe: Eis que te será lançada a sua cabeça pelo muro. 2 Samuel 20:18-21

VI- O GRITO DA MULHER SÁBIA, É UM GRITO QUE EXPRESSA ATITUDE.

E a mulher, na sua sabedoria, foi a todo o povo, e cortaram a cabeça de Seba, filho de Bicri, e a lançaram a Joabe; então este tocou a buzina, e se retiraram da cidade, cada um para a sua tenda, e Joabe voltou a Jerusalém, ao rei. 2 Samuel 20:22

A mulher tinha atitude. O problema é Seba? Falou a mulher sabia! Então está resolvido, eis que te será lançada a sua cabeça pelo muro.

QUALIDADES QUE SOBRESSAI NESTA MULHER.

  • Primeira qualidade sábia
  • Segunda qualidade pacificadora.
  • Terceira qualidade fiel.

Aplicação:

De fato, um abismo chama outo abismo, o pecado no início pode até trazer alguns prazeres, mas o resultado do pecado nos traz situações para todo o resto da vida.

Que Deus levante em nossa comunidade, mulheres sabias que saibam se expressar no momento certo. Não é vã quando a bíblia nos diz que a mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola com a sua própria mão a destrói.

O que aprendemos com aquela mulher é que não podemos nos calar diante dos fatos ameaçadores, que queiram cercar o nosso povo a nossa família, precisamos nos levantar com ousadia, humildade para manter a paz e integridade do nosso povo. ;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s